2020 e as metas possíveis <3

2020 e as metas possíveis <3

por Herself
|
27/12/2019
|
, , ,

Nesta época do ano, o que a gente mais escuta falar é em metas e planejamento. O problema, é que normalmente o mais difícil não é se preparar para o próximo ano, mas sim colocar todo esse planejamento em prática, né? Quem nunca fez uma lista de metas pro ano e depois esqueceu na gaveta que atire a primeira pedra. 

Por isso, e se nesse ano a gente não fizer planos mirabolantes? Queremos propor pra vocês metas possíveis, que não exigem um super esforço (algumas mais, outras menos) e que podem ser realizadas de pouquinho em pouquinho (são 12, então, se você preferir, pode tentar colocar em prática uma em cada mês) e sem cobranças. Ninguém é melhor do que ninguém por conseguir colocar algumas metas em prática. Mas podemos tentar juntas! Vem com a gente?

1. Parar ou diminuir ao máximo o uso de protetores descartáveis

Você sabia que os absorventes descartáveis demoram mais de 100 anos pra se decompor? 

Levando em conta que menstruamos por cerca de 40 anos, acabamos gerando o descarte de 10.000 absorventes e cerca de 160kg de lixo. Já parou pra pensar no impacto ambiental de toda essa quantidade de lixo?

Por isso, que tal substituir esses protetores usando calcinhas (ou absorventes reutilizáveis) e biquínis menstruais Herself? São muito mais confortáveis e saudáveis, não causando alergias e irritações, evitando a proliferação de fungos e bactérias e preservando a sua lubrificação natural e flora vaginal. Só vantagens, né? 😉

2. Buscar consumir menos

Já parou pra pensar na quantidade de coisas que nós consumimos o tempo todo? E quantas dessas coisas nós de fato precisamos? O exercício que a gente sugere é, toda vez que você for comprar algo, pensar: será que eu preciso mesmo disso? Será que eu já não tenho algo parecido ou que eu possa pegar emprestado com alguém? E aqui vale pra qualquer coisa, não necessariamente roupa, viu? 

Essa dica vai te ajudar a caminhar na direção de um consumo mais sustentável e ainda guardar um dinheirinho!

3. Não deixar de fazer algo por estar menstruada

Se você estiver se sentindo bem, não tem motivo pra cancelar nada! Afinal, estar menstruada não deve impedir você de seguir com seus planos. Seja praticar algum esporte, ir à praia ou a algum encontro (se você se sentir à vontade, claro). Inclusive, uma menina nos contou que foi à um encontro menstruada usando uma Ceci e se sentiu super sexy <3

4. Cuidar do seu corpo e mente <3 

Pra isso, que tal começar fazendo algum exercício físico semanalmente? Afinal, cuidando do nosso corpo, cuidamos da nossa mente também! E aqui pode ser qualquer exercício, inclusive uma caminhada na rua ou no parque – de graça e você ainda consegue curtir a paisagem 😉 Se quiser e puder investir, existem outros exercícios como pilates, yoga, natação… O céu é o limite e o importante é se mexer! 

Além disso, esse assunto já tá batido, mas não podemos deixar de mencionar ela mesma: a terapia! Exercício físico ajuda bastante, mas ter um profissional pra conversar e nos ajudar é sempre a melhor opção pra cuidarmos da nossa saúde mental! Existem vários centros que prestam atendimento a baixo custo ou gratuito. Procure se informar aí na sua cidade. Sabemos que essa não é uma realidade pra todo mundo, mas se possível, faça!

E quem sabe você não potencializa esse autocuidado bebendo mais água, tentando dormir mais horas e buscando se alimentar melhor? 

5. Melhorar a sua relação com a própria menstruação

Sabemos que muuitas pessoas não têm uma boa relação com a própria menstruação. Por isso, que tal trabalhar a relação com a sua? 

Caso você tenha nojo do seu sangue, busque identificar o motivo. Será que não é porque você ouviu falar a vida toda da menstruação como algo negativo? 

E, ao contrário do que muitos pensam, a menstruação não é suja e não tem mau cheiro (esse odor vem do contato do sangue com os protetores descartáveis). Por isso, a dica que a gente dá é, aos poucos e se você se sentir confortável, ir entrando em contato com o próprio sangue. Ao lavar a sua peça menstrual Herself, você acaba entrando em contato com a menstruação – o que ajuda a ressignificar o nojo e vencer o tabu em torno dela 😉 E, caso você já tenha uma boa relação, já ouviu falar de plantar a lua? Significa, basicamente, devolver o seu sangue menstrual pra terra. Quer entender melhor e começar a praticar? Explicamos melhor nesse post, vem conferir!

Mas, também entendemos que a menstruação é muito única e que muitas vezes essa visão negativa está relacionada com desconfortos e dores durante o período menstrual. Por isso, tá tudo bem se você não tiver uma boa relação com a sua, viu? Não se cobre por isso <3

6. Optar pelo local e pelo sustentável

A meta 2 que propomos é pra, sempre que possível, consumir mesmo. Mas, sabemos que nem sempre conseguimos deixar de consumir. Por isso, se for mesmo necessário, que tal comprar algo de um comerciante local e que seja sustentável?

Por exemplo, se precisar comprar maquiagem e cosméticos, opte por marcas que se preocupam com o impacto da cadeia produtiva e trabalham com produtos mais naturais. Esses produtos agridem menos a nossa pele e o meio ambiente <3 E, quem sabe até mesmo desencanar da maquiagem? Melhor do que uma pele maquiada, é uma pele bem cuidada 😉

Se possível, faça um esforcinho e procure saber se não tem algum comerciante ou produtor perto de você que faça o que você tá procurando.

7. Conversar sobre menstruação com as amigas ou pessoas do seu meio

Como já falamos, a menstruação ainda é um tabu social. E a melhor maneira de vencer um tabu é falando sobre ele! Pode parecer muito simples, mas abrindo diálogo sobre o assunto, conseguimos naturalizar a menstruação e, aos poucos, vencer o tabu em torno dela 🙂 

E não, não precisa ser uma conversa super profunda! Que tal começar com uma troca de experiências? Perguntando como as pessoas do seu meio se sentem quando estão menstruadas. Ou até mesmo levando informação para alguém que não menstrua – afinal, o debate não deve envolver somente quem menstrua, mas sim, expandir e chegar ao máximo de pessoas!

8. Parar ou diminuir o consumo de carne

Provavelmente isso não seja novidade, mas relembramos que a indústria da carne é uma das mais poluentes. Por isso, movimentos como a Segunda Sem Carne vieram pra nos lembrar que não precisamos colocar carne na nossa alimentação em todas as refeições. Se você conseguir aderir pelo menos um dia da semana sem carne, logo, logo vai perceber que não é tão difícil assim, além de conseguir descobrir muitos outros sabores <3 Nesse texto a Laura falou um pouquinho sobre alimentação vegetariana e trouxe algumas dicas de como inseri-la aos poucos nas nossas vidas 😉

9. Prestar mais atenção em si nos seus ciclos

O nosso corpo nos manda sinais o tempo inteiro, o problema é que nós estamos sempre num ritmo acelerado e acabamos não percebendo ou analisando. Por isso, que tal desacelerar um pouco e começar a escutar o que o seu corpo tem pra te dizer? Explicamos nesse texto a importância do autocuidado e como os diferentes hormônios do nosso ciclo afetam o nosso humor e disposição. Indicamos também a Mandala Lunar como uma ferramenta pra anotar e se auto-observar, mas você pode procurar alguma outra que faça mais sentido pra você 🙂

É só a partir do autoconhecimento que conseguimos explorar melhor as nossas potências nas diferentes fases do ciclo e respeitar o nosso corpo <3

10. Diminuir o uso de plástico

Todo mundo já tá cansando de saber o quão prejudicial o plástico é para a Terra. Mas, ainda assim, continuamos produzindo absurdos de plástico sem muitas vezes nem nos darmos conta. Afinal, não importa o que a gente compre, tudo vem envolto por um plástico. E pra piorar, nos dão mais uma sacola plástica pra gente levar pra casa. Sem contar a água que compramos na garrafinha, o café que tomamos no copo descartável…

Por isso, quem sabe fazer um esforcinho e recusar as sacolas plásticas sempre que possível; levar a própria água; ter sempre uma caneca ou copo térmico na bolsa? E, se precisar comprar algo novo, que tal se aventurar e conhecer novas soluções? Quando precisar trocar de escova de dente, por que não experimentar uma feita de bambu, por exemplo? 🙂

11. Frequentar mais feiras orgânicas

Essa meta é só amor! Nas feiras orgânicas você encontra alimentos bem mais saudáveis (já que não possuem agrotóxicos), além de serem muito mais baratos do que os orgânicos dos supermercados. Pra melhorar, você conhece muuuita gente e aprende muita coisa nova! Essa troca com os produtores e pessoas da feira faz um bem danado <3

12. Doar absorventes ou outros protetores descartáveis pra pessoas em situação de vulnerabilidade social

Sabemos que os protetores descartáveis não são a melhor a opção. Viram lixo após um único uso e demoram anos pra se decompor. Sem falar do afastamento que causam da gente com a nossa própria menstruação: usamos o protetor e jogamos fora, junto com o nosso sangue, como se fosse lixo. Mas, também sabemos que pra m-u-i-t-a-s pessoas que menstruam, um protetor descartável é artigo de luxo. Temos consciência que a doação não resolve a situação, mas pode ajudar e muito a vida de quem menstrua e está perto de você. Vamos fazer a diferença?

________________

Ufa! Chegou ao fim a nossa lista com as metas pra 2020. Quem sabe nesse ano a gente finalmente tire todas ou quase todas do papel? <3

Gostou das ideias que demos? Que tal compartilhar com outras pessoas e incentivar metas possíveis pra 2020? 😉

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Quer ver algum tema específico no blog? Conta mais!





Entra com a gente nessa ;)

DIGITE SEU NOME E E-MAIL PARA FICAR POR DENTRO DE TUDO