Protagonistas: dicas de narrativas femininas

Protagonistas: dicas de narrativas femininas

por Herself
|
11/03/2020
|
, ,

As dicas de narrativas femininas que preparamos trazem histórias – em seriados, filmes e livros – que escapam do comum e exploram múltiplos olhares, dores, alegrias e desafios do que é ser mulher. Afinal, não existe uma fórmula redonda porque temos diferentes vivências, referências e pensamentos. Somos p-l-u-r-a-is! E cada mulher é, à sua maneira, singular.

Por isso, trouxemos histórias com protagonistas que chamam atenção por diferentes motivos e provam que ser mulher é ser abundante! Vamos celebrar as nossas diferenças e consumir diversas narrativas?

Seriados

  • Fleabag

Dificilmente alguém ainda não ouviu falar de Fleabag ou de Phoebe Waller-Bridge (principalmente depois da quantidade de prêmios levados nesse último período de premiações). Com episódios curtos e apenas duas temporadas, a série cutuca nas nossas feridas ao mesmo tempo que nos faz morrer de rir.

Caso você ainda não tenha assistido, assista! Você não vai se arrepender 😉 E, por favor, não pare na primeira temporada!

  • The Crown
    Para quem tem interesse na história da coroa real britânica, a série retrata a vida da Rainha Elizabeth II, trazendo polêmicas, política e discussões de gênero. 

  • Grace and Frankie
    Super divertida, a série tem como protagonistas duas mulheres que começam a morar juntas depois que seus maridos assumem estarem em um relacionamento homossexual. Grace e Frankie têm personalidades completamente opostas, mas acabam criando uma amizade bonita e muito divertida.

  • Dear White People
    A série retrata a vida de jovens negros que moram no campus de uma universidade dos EUA. Sam, uma estudante de comunicação, protagoniza a série, e faz críticas ao racismo dentro do campus por meio do programa de rádio que comanda. Super divertida e com críticas importantes, a série tem episódios curtos e super fáceis de maratonar. 

  • As Telefonistas
    Ambientada entre as décadas de 20 e 30, conta a história de 4 mulheres que começam a trabalhar em uma empresa de telecomunicações e se tornam amigas. A série aborda questões de gênero, violência contra a mulher e sexualidade em uma narrativa que lembra um pouco as tramas de novela.

Filmes

  • Fora de Série
    Super fofo e com debates atuais, é um filme leve que conta a história de duas amigas que estão saindo do colégio e resolvem aproveitar o que não aproveitaram durante todo o Ensino Médio. Diverte todas as idades 😉

  • Estrelas Além do Tempo
    Conta a história real e, até então, pouco falada, de mulheres negras que trabalharam para a NASA e tiveram papel fundamental para o sucesso dos Estados Unidos na corrida espacial.
  • Frances Ha
    Acompanha a história de uma jovem atrapalhada, confusa e, sem dúvidas, muito engraçada. Pra gente se livrar da culpa de estar um pouco perdida 🙂

  • Aquarius
    Traz a história de uma jornalista que se recusa a vender seu apartamento para uma empreiteira que pretende demolir o prédio e construir um novo no lugar. Resistência é a palavra que sintetiza o filme.
  • A Vida Invisível
    Super tocante, a narrativa gira em torno de duas irmãs que acabam se separando e trilham caminhos bem diferentes do que haviam sonhado quando eram mais novas.
  • Retrato de Uma Jovem em Chamas
    Delicada história de amor entre uma pintora e uma jovem que vai se casar e precisa ter seu retrato feito – sem que ela saiba – para seu casamento.
  • Uma Mulher Fantástica
    Retrata a história de uma mulher que não consegue viver o luto da morte do seu namorado, já que a família dele a ataca por ser trans. Extremamente necessário!

Livros

  • Kindred (Octavia E. Butler)
    Com viagens no tempo e ficção científica, nos mostra os tempos de escravidão e a atualidade e aborda um preconceito racial nem tão distante assim.
  • Série Napolitana (Elena Ferrante)
    Traz a história de uma amizade conturbada desde a infância, tendo como cenário cenário a violência. Personagens femininas complexas tornaram a série no fenômeno que é hoje.
  • Americanah (Chimamanda Ngozi Adichie)
    Nigéria e Estados Unidos são cenário para o livro, que nos apresenta a história de uma jovem nigeriana que sai de seu país para estudar. Questões raciais guiam a narrativa, que é extremamente envolvente!
  • Persépolis (Marjane Satrapi)
    Essa autobiografia conta a história de Marjane, que viu o regime xiita se instaurando no Irã e sofreu as consequências disso.
  • Ponciá Vicêncio (Conceição Evaristo)
    Vamos conhecendo a história da protagonista desde a infância até a idade adulta, com passado e presente se entrelaçando, de forma a recuperar a história de Ponciá.

Comenta aqui o que você achou das dicas de narrativas femininas 🙂 E se tiver mais outras histórias, compartilha com a gente <3

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Quer ver algum tema específico no blog? Conta mais!





Preencha os campos abaixo e receba nossas novidades

Entre com a gente nessa <3