É seguro para a saúde íntima?

É seguro para a saúde íntima?

Sim! A calcinha menstrual, ao contrário dos absorventes descartáveis, não possui produtos químicos alergênicos e fragrâncias, o que ajuda a proteger a flora vaginal e a saúde íntima. Além disso, tem um toque macio em contato com a pele da vulva – prevenindo irritações por atrito – e é muito mais respirável que um absorvente externo, o que ajuda a não “abafar” a região.

Ao passar pelo canal vaginal, o sangue menstrual é “colonizado” pelos microrganismos presentes naturalmente na vagina; por isso, o tecido absorvente da calcinha possui propriedades antimicrobianas, que dificultam a rápida proliferação destes microrganismos no fluxo menstrual absorvido pela calcinha por até 12 horas.

Portanto, reforçamos a importância de tomar cuidado com a higiene e respeitar o tempo máximo de troca, evitando ficar um tempo muito prolongado com uma calcinha – assim como com qualquer outro protetor menstrual -, especialmente se estiver usando calças muito justas que aumentem o abafamento e o calor na região.

É necessário, também, lavar as calcinhas após retirá-las (pode ser no banho mesmo!), com bastante água para retirar o excesso de sangue absorvido pela camada interna da calcinha e esfregando com água e sabão para retirar os resíduos. Após, coloque para secar, preferencialmente no sol/ao ar livre. Utilize a calcinha de novo apenas quando estiver totalmente seca, ok?

Share this post

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0
Herself