Precisamos falar

Precisamos falar

Precisamos falar e ponto. Sobre menstruação, sobre tabus, sobre tudo que envolve ser mulher. E mais que falar, necessitamos conversar, criar diálogos e a partir daí desconstruir. A gente abre, observa e depois fecha pra abrir de novo. Como se fôssemos explorar todas as engrenagens que dão origem ao movimento. E como é movimento, continua modificando.

Falando nisso, acabamos de lembrar daquele vídeo da Jout Jout sobre o livro “A Parte que Falta”, já viu? É quase como isso, mas a busca é outra. Não é para encontrar algo que falta, mas tudo o que é possível pra complementar.

A gente acha que o conceito de complementar tem tudo a ver com sororidade. Porque as mulheres, quando unidas, têm esse lance, não de preencher, mas de potencializar tudo o que cada uma tem de melhor em suas individualidades. E é com essa intenção de complementar que nasce nosso blog. Com o objetivo de trazer ainda mais conversa, de entreter, de informar e, porque não, provocar.

E é por isso que os conteúdos que você irá ler por aqui a partir de agora não terão a pretensão de criar verdades ou impor versões. Pelo contrário: a gente quer diversidade, mente aberta e participação. Ah, e olha só que novidade: queremos cocriação. Logicamente, se é co, não é sozinhas que a gente vai conseguir fazer isso – e nem pretendíamos ter essa autonomia, pois afinal, iria contra tudo o que a gente acredita do nosso propósito.

Então, desde já, vamos juntas? A gente quer comentários, quer sugestões, críticas – por e-mail, mensagem, textão. A missão dos conteúdos que você vai ler por aqui é trazer diferentes realidades, levantar pautas que são uma constante na vida de quem é mulher e tudo o que isso significa. Ao final deste post, você já pode sugerir os assuntos que a gente deve trazer pra cá. O que você achar que outras mulheres deveriam saber, conhecer e questionar.

Isso tudo significa que a partir de hoje a gente tem mais um canal para permanecer em contato com quem é cliente, com quem é entusiasta, com as amigas e também as parceiras nessa trajetória de levar conforto, liberdade e naturalidade para a rotina das mulheres. Sim, a gente sabe que não fazemos só calcinhas menstruais, nós transformamos a relação com a menstruação. Não é simplesmente um produto. E a nossa fala aqui não é pra parecer arrogante ou pretensiosa, porque sentimos essa experiência de ter a vivência com o ciclo mudado depois das calcinhas.

Desde 2016, quando iniciamos nosso ciclo, quando plantamos uma ideia que, assim como nosso papel semente, rendeu muitas flores pelo caminho, já sabíamos que queríamos este ambiente de revolução. Revolução no sentido de fazer parte da rotina de mulheres que não estavam confortáveis com as opções do mercado para menstruação. De mulheres que se preocupam com o futuro e pensam no seu papel ativo de diminuir a geração de lixo e consumo. De mulheres que perceberam a força que a gente tem quando age em conjunto. E de mulheres que ainda estão iniciando nesse processo.

As calcinhas menstruais são uma mudança simples no dia a dia das mulheres, mas que carregam consigo uma transformação enorme, com muitos benefícios. Soa familiar pra você? Só nós mulheres sabemos quantas pequenas revoluções são necessárias todos os dias…

Bem, quer saber o que você vai ler aqui? Semanalmente traremos conteúdos relacionados aos nossos três pilares:

Empoderamento feminino: e todas as formas de relação que são possíveis, como as que envolvem autoestima, como a gente pode ajudar outras mulheres a transformarem suas vidas, o empreendedorismo feminino e a questão da independência financeira, os diálogos necessários, os problemas enfrentados no mercado de trabalho, dentro das famílias, dentro do próprio corpo.

Impacto socioambiental: os papéis que nós temos nesse processo de consumo responsável, das pequenas ações e da responsabilidade do indivíduo dentro de um contexto de sociedade, sobre como podemos fazer essas mudanças e influenciar outras pessoas e como minimizar nosso impacto no meio ambiente e na vida em comunidade.

Desmistificação de tabus: de novo – precisamos falar. Principalmente sobre menstruação, corpo e prazer feminino, questões de gênero e toda a lista imensa de tabus que envolvem as mulheres.

A gente quer falar. Mas também vai respeitar os lugares de fala, ok? É por isso que tudo por aqui será colaborativo. E foi criando com várias mãos e mentes pensantes, além de muito carinho, que hoje a gente dá mais um passo na construção do nosso propósito e escreve o primeiro texto para o blog. A gente espera de verdade que ele faça muito sentido pra você! Caso contrário, escreve pra gente: oi.herself@gmail.com ou deixe seus comentário aqui embaixo.

Ah, antes que esqueça, se você tem interesse em criar com a gente e participar dos testes de lançamentos e conteúdos, se inscreve para ser uma cocriadora. Nesse link você faz rapidinho

A vida é feita de ciclos, né? Que bom que a gente tá começando mais um e que você está junto nessa.

Beijos da equipe Herself.

Share this post

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0
Herself