Yoga menstruada: pode fazer? Tire suas dúvidas sobre o assunto

Yoga menstruada: pode fazer? Tire suas dúvidas sobre o assunto

Yoga menstruada: pode ou não pode?

Na verdade, não existe uma regra sobre a prática de yoga durante a menstruação. 

Por isso, vamos responder todas as dúvidas mais comuns sobre o tema, mas já avisamos que não existem contraindicações para a prática. De modo geral, é necessário ouvir o próprio corpo, conhecendo aos poucos os seus limites para cada exercício. A partir daí, é só praticar aquelas posturas que irão proporcionar conforto e bem-estar.

Pode fazer yoga menstruada?

Bom, antes de mais nada, é necessário ressaltar que cada professora ou professor de yoga pode seguir uma abordagem específica. Além disso, a maneira de instruir os praticantes costuma variar mesmo. Mas a verdade é que a prática de yoga é livre para todas as idades e corpos. Pessoas gestantes, com distúrbios hormonais e durante a menstruação também podem praticar. 

Entretanto, algumas coisas devem ser levadas em conta na hora dos exercícios. Como se a pessoa é iniciante ou avançada; a intensidade do fluxo menstrual; e a disposição para uma série mais longa ou curta. No final, o que muitos professores indicam é ouvir o que seu corpo pede, respeitando os próprios limites. Nesse sentido, nenhum asana (postura) que cause desconforto ou dor deve ser feito. 

Se você tem vontade de praticar yoga estando menstruada, saiba que existem inúmeros benefícios para a saúde física e mental. Como no alívio das dores e do estresse, característico de algumas fases do ciclo menstrual. 

Por que alguns exercícios de yoga não podem ser feitos por quem está menstruada?

Dentro do yoga, existem os diferentes tipos de Prana, isto é, um princípio vital que faz parte do corpo. A menstruação estaria ligada ao Prana do sistema reprodutivo, que tem uma energia específica que parte do umbigo para baixo do corpo. Por esse motivo, alguns instrutores pedem que se evite torções ou poses que movimentam o corpo a ficar de cabeça para baixo.

No entanto, alguns estudiosos defendem que essa ideia é um mito. Isso porque não existe evidência científica sobre o tema. Assim, é possível seguir essa indicação caso faça sentido para você, mas trata-se de misticismo

A professora Fernanda Ariane Vieira, em seu artigo, entrevistou alguns ginecologistas para entender quais eram as contraindicações do yoga menstruada. De maneira geral, todos os médicos comentaram que o yoga traz benefícios para o corpo e para o humor. Por isso, a dica é evitar os exercícios que causam desconforto, mas não há uma instrução específica, pois cada pessoa é única.

Ou seja, a ideia de que mulheres com endometriose, por exemplo, não podem praticar yoga é mito. Da mesma forma, que a prática invertida durante o período menstrual pode causar complicações, como veremos a seguir. 

Por que mulher menstruada não faz invertida no yoga?

Chama-se de invertida todas as posições de yoga (ou asanas) em que se coloca as pernas para o alto e a cabeça para baixo. 

Como explicamos acima, dentro da filosofia do yoga, acredita-se que existem diferentes Pranas – energias – para cada sistema do corpo. O sistema reprodutivo seria regido pelo apana vayu, que se origina na altura do umbigo e se move para baixo. Por isso, quando a pessoa menstrua e fica de cabeça para baixo, crê-se que o corpo está indo na direção contrária dessa energia que está descendo junto com o sangue.

Essa ideia, entretanto, defende que a menstruação é uma limpeza interna. E que ao interromper esse fluxo de descida, algumas impurezas estariam voltando para o corpo. Por aqui, achamos que essa ideia pode reforçar a menstruação como algo impuro. E, portanto, achamos que é necessário cuidado para não reforçar esses estereótipos negativos ao sangue menstrual. Afinal, esse é um processo saudável do corpo, que deve ser naturalizado. 

Dica de leitura: Confira aqui sobre como a Educação Menstrual desmistifica o sangue como algo sagrado, impuro ou sujo

Yoga menstruada: quais exercícios são recomendados?

A maioria das posturas de yoga são benéficas. No entanto, existem as que se destacam, seja pelo sucesso no alívio de dores ou por trabalharem em diferentes áreas do corpo de forma integrada. Confira:

1)Postura do gato e da vaca

Essa dica é da Laura Barcelos, nossa influenciadora parceira. Você pode conferir nesta postagem, a primeira postura da sequência, que se chama “postura do gato e da vaca”. Para praticar, estenda um tapete no chão, coloque uma roupa confortável e siga as instruções do vídeo. 

 

yoga menstruada
Clique na imagem para conferir. Reprodução: Instagram (@oiherself)

 2)Postura do meio sapo 

Essa postura faz parte de uma aula do canal Fernanda Yoga, específico para a menstruação. Logo no primeiro exercício, ela ensina a postura “do meio do sapo descansando com as mãos” que alivia o estresse e abre o quadril. 

yoga menstruada
Clique na imagem para conferir. Reprodução: Youtube (Fernanda Yoga)

3)Postura do Arco

Por fim, também indicamos outro exercício da mesma série da Fernanda Yoga. Segundo ela, esse asana alivia a fadiga e a ansiedade, reduzindo dores nas costas e o desconforto menstrual. Faça bom proveito das dicas!

yoga menstruada
Clique na imagem para conferir. Reprodução: Youtube (Fernanda Yoga)

Benefícios da yoga durante a menstruação 

1.Alivia cólicas menstruais

O yoga pode ajudar em casos de dores no corpo e cólicas menstruais. Isso porque a prática faz um tipo de massagem nos órgãos internos e nas articulações, reduzindo o inchaço e as tensões musculares. Na hora de praticar, dê preferência às posturas que trabalham a região do ventre e utilize objetos como almofadas para ter mais conforto e prazer.

2. Melhora o humor

Como todo exercício físico, o yoga libera endorfinas, aqueles hormônios que nos proporcionam a sensação de bem-estar.

Além disso, as práticas de respiração induzem a meditação. Ao inspirar e expirar profundamente fica fácil se conectar com o momento presente. Isso reduz o estresse, mau humor e a ansiedade

 

Share this post

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.