Sexo na menstruação: guia completo com tabus, dúvidas e dicas

Sexo na menstruação: guia completo com tabus, dúvidas e dicas

por Victoria Castro
|
04/12/2018
|
, , ,

Fazer sexo menstruada geralmente é assim: ou você ama ou você odeia.

Além das diversas razões comuns para gostar ou não gostar, há muitas outras questões envolvidas acerca disso: faz mal? É nojento? Pode engravidar? “Suja tudo”?

Você tem nojo da sua menstruação? Te propomos essas 7 reflexões

Conheça as calcinhas absorventes menstruais Herself e viva o seu ciclo com mais conforto, saúde e liberdade!

O tabu da menstruação

Não é de hoje que a menstruação é vista como suja ou indesejável. Felizmente, muita coisa vem mudando na nossa relação com a menstruação e com nossos próprios corpos.

Ainda assim, somos condicionadas desde antes da puberdade a escondermos qualquer evidência de que estamos menstruadas. Sem poder falar direito sobre menstruação, ficamos privadas de falar sobre a fisiologia dos nossos corpos. Muitas vezes, nos privamos de nos conhecer profundamente por conta disso.

E sem conhecermos nossos corpos, nossas necessidades e desejos, é impossível ter uma vida sexual plena e prazerosa.

Talvez a menstruação, pra você, seja um momento mais introspectivo, em que não seja legal a ideia de dividir a intimidade com outra pessoa. Isso é algo que justamente o autoconhecimento pode nos indicar!

Por outro lado, pode ser que você quase exploda de tesão enquanto está menstruada. E tenha oportunidade de transar nesse período. E vontade. Mas sempre acaba evitando por vergonha, nojo ou por achar que não deve.

Por que transar menstruada?

Se você faz parte desse segundo grupo, vamos te dar algumas boas razões para dar uma chance ao sexo durante a menstruação. E claro, dicas também. No entanto, tenha em mente que quebrar essas barreiras é um processo individual – e a gente super entende isso!

Libido em alta

Surpreendentemente, muita gente relata uma vontade absurda de fazer sexo durante o período menstrual, além de uma maior facilidade na excitação. Isso é bastante individual, mas faz sentido: menstruação é o início de um novo ciclo, e o corpo logo começa a produzir hormônios. Esse aumento hormonal após a queda anterior (que, por sua vez, causou a menstruação) pode ter um efeito bombástico. Somado a isso, a região da vulva e da vagina pode ficar mais sensível – ou seja: mais possibilidades de prazer! Só sucesso!

Lubrificação

O sangue menstrual, em dias de fluxo mais intenso, pode acabar agindo como um lubrificante natural. Isso, por sua vez, proporciona um conforto maior na penetração.


Período mais curto

Quem já fez sexo e/ou se masturbou menstruada sabe: um orgasmo pode gerar uma verdadeira avalanche menstrual. O orgasmo gera contrações uterinas poderosas, que por sua vez são as responsáveis por expulsar a menstruação do útero em grande volume. É por isso que algumas sentem que o fluxo aumenta após a relação. Dependendo, a duração da menstruação pode ser até menor por conta disso.

Intimidade

Além do poder que é se permitir a fazer algo que tem vontade, transar menstruada pode elevar o nível de intimidade com o parceiro ou com a parceira. Afinal, a pessoa provavelmente sabe que você menstrua. E se ambos(as) lidam bem com isso, por que não? Ótimo momento de quebra de tabus.

Inclusive, fica a dica de conversar antes com a pessoa. Ninguém é obrigado a gostar de transar menstruada ou com alguém menstruada, mas se a pessoa tem intimidade até para entrar dentro do seu corpo, ter intimidade para conversar de forma sincera e honesta é básico, certo?

 

Como faz pra não fazer (tanta) bagunça?

Vamos combinar que sexo bom já é bagunça, né? Porém, deixar o sangue manchar tudo pode não ser algo confortável ou possível pra muita gente.

Aproveite o chuveiro

Ótima alternativa pra quem não quer correr o risco de manchar alguns lençóis e tecidos. Basta achar uma posição confortável para ambos(as) e tá tudo certo.

Ponha uma toalha na cama

Ou em qualquer outra superfície escolhida. Assim, qualquer fluido que possa escorrer, fica na toalha. Se for de cor escura, melhor. Se ficar mancha de sangue, dica essencial: água oxigenada 10 volumes – aquela líquida, que se usa em ferimentos e é baratinha – tira!

Escolha uma posição confortável

Se nesse momento é ainda um problema liberar uma quantidade de sangue durante a relação, tem algumas posições mais prováveis disso acontecer do que outras. Ficar a favor da gravidade – por cima ou de pé, por exemplo – aumenta as chances do fluxo de fato fluir livremente.

E o sexo oral?

A dica de ouro é a camisinha feminina. Ela é diferentona e pode ser estranha no início, mas é uma grande aliada principalmente no sexo durante a menstruação! Além de proteger a vulva, o anel interno dela (que fica dentro da vagina, próximo ao colo do útero) ajuda a reter o fluxo. E o melhor de tudo: ela é fininha, não causa alergias e é gratuita nos postos de saúde do Brasil!

E durante a menstruação, o risco de contrair e transmitir infecções é maior, então a camisinha é também super necessária, ok?

Uma representação da camisinha feminina. A parte de fora é aberta e permite penetração, enquanto a do fundo é fechadinha (fonte: TurboSquid)

 

Mas assim: super ok não se sentir à vontade para receber ou fazer, viu? Sexo é consentimento e só vale a pena se tem prazer mútuo. Não é moeda de troca e nem obrigação.

Usar camisinha é FUNDAMENTAL!

Já que entramos no assunto proteção, é necessário dizer que tem que usar camisinha. PRINCIPALMENTE MENSTRUADA. Isso porque, durante a menstruação, o risco de contrair ou transmitir uma infecção é maior.
E infecções não tem cara. Não ocorrem em grupo específico, ou só em quem faz sexo casual.

 

Na verdade, já parou pra pensar que, em termos de risco, não tem diferença alguma transar com uma pessoa que você conheceu hoje na balada e alguém que você conhece e transa há meses/anos mas nunca foi testado(a) para infecções sexualmente transmissíveis?

 

Lembre-se: amor e confiança não curam infecções anteriores e fidelidade não afeta o sistema imunológico de ninguém.

Camisinha não é falta de confiança, e sim cuidado, ainda mais nessa situação.

Somado ao risco maior de infecções, o pH da vagina durante a menstruação também fica menos ácido do que geralmente é. Fazendo sexo sem camisinha, a microbiota sofre e aumenta a chance de surgir uma vaginose ou uma candidíase.

Ou seja: tem que usar camisinha. Quem ama respeita, e quem respeita usa! Simples assim.

E tem como engravidar menstruada?

Se não te convenci antes a usar camisinha, agora vai:

Sim, é possível engravidar estando menstruada.

 

Muita gente acaba engravidando após ter uma relação sexual desprotegida durante o período menstrual. E não, não é tão raro assim.

Detalhando melhor: você não engravida de fato durante a menstruação, porque nesse período a camada interna do útero está descamando e não é muito propício para um embrião grudar ali.

Mas você engravida tendo uma relação sexual desprotegida durante a menstruação, porque o espermatozoide pode sobreviver dentro do seu corpo por até 5 dias em condições adequadas, só esperando o óvulo ser liberado.

No caso, leia-se “condições adequadas” como “estar fértil”. E é plenamente possível ficar fértil enquanto ainda está sangrando!

Se seus ciclos menstruais forem curtos, com menos de 24 dias, é até provável que isso aconteça com frequência, visto que você tende a ovular mais cedo.

E, como se não bastasse, é importante considerar que nem todo sangue que sai pela vagina é menstruação. De verdade, leia esse texto sobre mitos e fatos sobre a menstruação.

Por hoje, é isso. Quer compartilhar uma história com a gente? Perguntar algo? Dar mais dicas (amamos e queremos!)?

Vem nos comentários ou no famoso inbox. ♥

Beijos, Vic

Veja também: O que sua vagina te diria se ela falasse

6 passos para entender e lidar com o fluxo menstrual intenso

As 4 dúvidas mais frequentes sobre as calcinhas menstruais absorventes

Espera aí Herself… Calcinha Menstrual?

Para quem está tipo “cheguei agora, não entendi”:

A Herself é uma marca só de mulheres, que produz e vende calcinhas absorventes, biquínis e maiôs menstruais. As peças têm uma aparência super normal e fininha, mas são feitas de tecidos tecnológicos que além de absorverem e reterem toda a menstruação dentro (sem vazar) e terem controle de odores, são laváveis e reutilizáveis.

A calcinha absorvente está disponível em 4 modelos diferentes, dos tamanhos 30 ao 60, e para todos os fluxos menstruais: do leve, ao moderado, ao intenso. Dependendo da intensidade, ela pode ser usada por até 12h seguidas e dura em torno de 48 lavagens. Quer mais? Você não precisa descartar a calcinha absorvente quando a sua funcionalidade ficar comprometida – uma vez que não der pra usar mais como uma calcinha menstrual, você pode usar como uma peça íntima normal do dia-a-dia, pois elas são feitas de tecidos transpiráveis, que ajudam na saúde íntima e deixam a região respirar nos dias mais quentes.

Se quiser entender melhor como funciona a calcinha absorvente, clique aqui!

Os biquínis e as calcinhas menstruais foram desenvolvidos para proporcionar mais conforto, liberdade, saúde, sustentabilidade e economia financeira ao período menstrual. Sim, é possível ter uma menstruação sem lixos, assaduras, alergias, vazamentos e tantos gastos todo mês! Além de ajudar o planeta e a sua região íntima, você também vai economizar dinheiro a longo prazo.

 

Que tal reinventar a maneira como você vive a menstruação com uma calcinha absorvente?

Se você quiser conhecer melhor os modelos da calcinha absorvente, clique aqui!

Se desejar dar uma olhada nos biquínis e maiôs absorventes, clique aqui!

 

4.3 (86%) 10 votos
Comentários

5 respostas para “Sexo na menstruação: guia completo com tabus, dúvidas e dicas”

  1. BRUNA LOPES SILVA disse:

    Texto dinâmico e simples!!! Adorei… Parabéns Victória pelo trabalho… Sucesso

  2. Maurícia disse:

    Amei… 🙌🏽 me ajudou tava aqui cheia de dúvidas, mas agora estou mais esclarecida e calma! Obrigada bjão

  3. Gabriela disse:

    Se eu transar menstruada e houver a fecundação rompe o ciclo?

    • Herself disse:

      Obrigada pela pergunta! 🙂
      No caso de já estar fértil durante a menstruação, é provável que a ovulação – e a possibilidade de fecundação – aconteça só alguns dias depois. E a fecundação em si, por sua vez, não gera alterações perceptíveis no corpo.

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

Quer ver algum tema específico no blog? Conta mais!





Entra com a gente nessa ;)

DIGITE SEU NOME E E-MAIL PARA FICAR POR DENTRO DE TUDO