Sororidade e as mulheres da minha vida

Sororidade e as mulheres da minha vida

by Fran Bittencourt
|
05/09/2018
|
, ,

Fonte: cebi.org.br

Quando eu tinha 11 anos de idade e estava na quinta série ia para a escola de kombi com uma grande amiga minha. Me lembro que em uma manhã ela me contou que havia menstruado pela primeira vez em casa. Eu ainda não havia menstruado e conversamos bastante sobre como era essa nova experiência. Depois da aula, fomos ao banheiro para ela trocar o absorvente (naquela época não existia o kit “minha primeira herself”). Eu aproveitei para ir ao banheiro e minha surpresa foi grande quando olhei para minha calcinha e vi que eu também acabava de ficar menstruada pela primeira vez! Chamei minha amiga que estava no banheiro ao lado e ela foi correndo até a kombi buscar mais um absorvente para mim. Nesse dia ela me ajudou muito e percebi a importância de poder contar com a amizade de outra mulher.

Fonte: cargocollective.com

Naquela época eu não sabia, mas aquilo era sororidade: você sabe o que isso significa? Essa foi uma das perguntas mais procuradas no google em 2017. Sororidade é a união entre mulheres, é a parceria e o apoio que uma mulher oferece a outra. Seja no dia-a-dia, ajudando com algo simples como minha amiga me ajudou naquele momento, ou ainda no ambiente de trabalho, indicando mulheres para empregos que você sabe que elas atuariam bem! Em casa, pode ser até cuidando da filha de sua amiga enquanto ela descansa um pouco, ou ainda apoiando projetos de mulheres empreendedoras da sua vizinhança: sabe aquela menina que vende sonhos na sua rua? Eles podem ser deliciosos, além de ela poder se tornar uma grande amiga sua!

Eu acabei de me mudar de cidade. Aqui estou buscando montar minha rotina e escolhi começar uma nova prática: yôga. Sempre tive curiosidade, mas nunca pratiquei. Na hora de escolher uma instrutora optei por uma mulher, empreendedora, que dá aulas junto com outra menina que ela está ajudando na formação. Essa semana também recebemos em nossa casa uma menina lá de Fortaleza, que veio para a cidade participar de um evento, e oferecemos um quarto para ela. As ações de ajuda a outras mulheres podem ser simples, basta treinarmos nosso olhar para percebermos quando podemos ser úteis.

Fonte: supernova.mus.br

Em nossa socialização como mulheres somos estimuladas a competir umas com as outras. Desde pequenas nos comparamos para ver quem é a mais bonita, a mais popular e até mesmo a mais inteligente. Esse clima de rivalidade nos afasta. Perdemos muito na competição, ganhamos na união.

Antes de pedir pela sororidade, ofereça-a.

Assim como todas as nossas atitudes, essa também requer prática. Exercite a empatia por outras mulheres. Comece sendo uma boa amiga para você mesma e depois olhe para o lado e esteja presente para as mulheres de sua vida. Nós compartilhamos muitas experiências semelhantes e juntas, em rede, somos mais fortes.

Como é a sua relação com outras mulheres? Conta pra gente pelo formulário de contato e vamos aprender com os exemplos umas das outras. 

Um abraço, especialmente para minhas amigas Fernanda, Ana Paula, Gabi, Bárbara e Alana citadas nesse texto.

Fran.

5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

veja também outrosPosts relacionados





Tem algum tema específico que você quer ver no blog?
Clica aqui e fala com a gente. ;)

cocrie e receba as novidades e promoções viva essa experiência!