15% OFF EM PAGAMENTOS NO PIX

PRIMEIRAHERSELF 10% OFF NA PRIMEIRA COMPRA

FRETE GRÁTIS EM COMPRAS ACIMA DE R$300

Seu carrinho

Seu carrinho está vazio

Confira o Guia Completo sobre Absorvente Interno

Confira o Guia Completo sobre Absorvente Interno

Você já teve curiosidade sobre como funciona e como usar um absorvente interno?

Nesse blogpost, trouxemos um guia completo com todas as informações que você precisa saber antes de comprar um. 

O que é absorvente interno?

Um absorvente interno é um protetor menstrual descartável feito para absorver o fluxo da menstruação ainda dentro do canal vaginal. 

Ou seja, antes dele sair do corpo. 

Algumas pessoas preferem o seu uso por ser mais discreto do que algumas opções e não criarem volumes em roupas. 

Assim como outros protetores, ele também possui um tempo limite de uso e pode ter uma performance diferente para cada corpo.

Como funciona o absorvente interno?

Como mencionamos, o absorvente interno funciona absorvendo o fluxo menstrual diretamente dentro da vagina. 

Ele é inserido na abertura vaginal e posicionado de forma que fique confortável e seguro. 

Apesar de existirem diferentes tipos, a maioria consiste em um material absorvente compactado em formato cilíndrico ou em forma de cúpula.

Eles são cobertos por uma camada protetora que facilita a inserção.

 

Veja dicas de como usar absorvente interno

A primeira tem a ver com tamanhos: os absorventes internos vêm em diferentes proporções e capacidades de absorção. 

Escolha o que corresponda ao seu fluxo menstrual e, se for a primeira vez usando, comece com um tamanho menor e depois ajuste conforme necessário.

Sempre lave bem as mãos antes de inserir ou remover o absorvente interno para evitar a introdução de bactérias no canal vaginal.

No momento de inserir, busque relaxar e encontre uma posição confortável, como sentada, em pé com uma perna elevada ou abaixada. Isso facilitará a inserção.

Nunca deixe um absorvente interno dentro da vagina por mais tempo do que o recomendado,  para evitar o risco de síndrome do choque tóxico (SCT).

Com quantos anos pode usar absorvente interno?

A idade recomendada para usar absorventes internos pode variar de acordo com o desenvolvimento físico e emocional de cada pessoa. 

Em geral, é aconselhável que adolescentes comecem a usar absorventes internos somente após terem uma compreensão básica da anatomia e do funcionamento do seu corpo. 

No geral, é importante que desde a menarca, meninas sejam apresentadas aos diferentes tipos de protetores menstruais.

Assim, ao longo das suas vidas cíclicas, elas poderão escolher o que mais faz sentido para cada momento e etapa. 

Virgem pode usar absorvente interno?

Sim, uma mulher virgem pode usar absorvente interno. 

Isso porque a virgindade tem a ver com a condição de nunca ter tido relações sexuais, e o uso de absorventes internos não afeta ou altera essa condição.

O hímen é uma membrana fina localizada na entrada da vagina, e diversas mulheres têm dúvidas se o uso de absorventes internos pode rompê-lo. 

É possível que o hímen seja esticado ou rasgado com a inserção de um absorvente, mas isso geralmente não causa dor significativa nem implica em perda da virgindade.

Novamente, o protetor menstrual não tem nenhuma ligação com relações sexuais. A presença ou a integridade do hímen não é necessariamente um indicador de virgindade.

A única “regra” caso uma pessoa virgem decida usar absorvente interno, é que ela se sinta confortável e confiante com a sua decisão. 

Como colocar absorvente interno?

Como mencionamos, o primeiro passo é lavar as mãos. Escolha uma posição confortável enquanto está em pé, sentada ou abaixada.

Retire o absorvente interno da embalagem e segure com a mão dominante. O cordão de remoção precisa ficar pendendo na parte inferior.

Use o dedo médio ou indicador para inserir o absorvente na vagina. É importante lembrar de empurrar na direção do cóccix, não para cima.

Ele deve ficar posicionado na parte mais baixa da vagina, com o cordão para fora, e você não deve sentir desconforto quando estiver sentada ou caminhando.

Aplicador de absorvente interno

Um aplicador de absorvente interno é um dispositivo que ajuda a inserir o absorvente internamente na vagina de forma mais fácil e precisa. 

Ele é dividido em duas partes principais: o tubo externo e o tubo interno.

O tubo externo é uma peça geralmente feita de plástico e possui um formato cilíndrico ou oval. Ele tem uma extremidade aberta e outra fechada.

Já o tubo interno é um cilindro menor, geralmente feito de papel ou plástico, que guarda o próprio absorvente interno. Ele é colocado dentro do tubo externo.

Nem todos os absorventes vêm com aplicadores, mas eles podem ser uma boa opção para aquelas pessoas que estão usando absorventes internos pela primeira vez.

Como tirar absorvente interno?

Assim como na aplicação, é importante lavar as mãos antes de remover. 

Encontre uma posição confortável e localize o cordão de remoção (o ideal é que ele sempre fique fora da vagina). 

Com cuidado, puxe suavemente o cordão para remover o absorvente. Após retirar, não descarte o absorvente no vaso sanitário, pois pode causar entupimentos. 

Em vez disso, jogue-o no lixo convencional. 

Quanto tempo pode ficar com absorvente interno?

O tempo que você pode ficar com um absorvente interno vai variar dependendo do fluxo menstrual e do tipo de absorvente que está usando. 

A recomendação geral é trocar a cada quatro horas, com tempo máximo de até oito horas de uso. 

Para ter certeza, sempre verifique as orientações específicas fornecidas pelo fabricante do produto.

Essa atenção ao tempo recomendado evita os perigos do uso prolongado, como risco de síndrome do choque tóxico (SCT) e outras complicações.

Pode usar absorvente interno com diu?

Sim, em geral, é seguro usar absorvente interno com o DIU (Dispositivo Intrauterino) colocado. 

Para se sentir confiante, verifique o comprimento dos cordões do seu DIU dentro da vagina antes de usar um absorvente interno.

Assim você garante que estão devidamente cortados pelo profissional de saúde que o inseriu.

Busque ter cuidado ao remover o absorvente interno, sempre puxando cuidadosamente o cordão de remoção do absorvente para evitar que ele fique preso nos cordões do DIU.

Apesar de ser geralmente seguro, algumas mulheres podem preferir usar outros métodos de proteção menstrual para evitar qualquer preocupação. 

Pode dormir com absorvente interno?

Não é recomendado dormir com absorvente interno por um período prolongado. 

O ideal é evitar usar absorventes internos durante a noite e optar por outras opções de proteção menstrual mais adequadas para o sono.

Dormir com um absorvente interno pode aumentar o tempo de exposição e, consequentemente, aumentar o risco potencial de SCT.

Absorvente interno diminui o fluxo menstrual?

Não, o absorvente interno não diminui o fluxo menstrual.

Ele é projetado para absorver o fluxo menstrual dentro da vagina, mas não tem nenhum efeito sobre a quantidade de sangue produzida pelo corpo durante a menstruação.

O que pode acontecer é que algumas mulheres têm a percepção de que o fluxo menstrual parece menor ao usar absorventes internos, em comparação com os externos.

Isso porque o sangue é absorvido internamente e não é visível na superfície externa do absorvente. 

Não lembro se tirei o absorvente interno, o que fazer?

Tente verificar manualmente se o absorvente interno ainda está na vagina. 

Você faz isso lavando as mãos e encontrando uma posição confortável, inserindo delicadamente um dedo na vagina para verificar se o absorvente está presente.

Lembre-se de que o corpo humano tem um mecanismo natural que expulsa corpos estranhos, como o absorvente interno, caso ele ainda esteja dentro da vagina.

(A vagina não é um canal sem fundo, ou seja, nada pode se perder nela!)

Se você não conseguir verificar sozinha ou estiver muito preocupada, peça ajuda a alguém de confiança, como um parceiro, amiga ou familiar.

Se mesmo depois de verificar você ainda não tiver certeza se o absorvente foi retirado, ou se estiver enfrentando algum desconforto, consulte um médico ou profissional de saúde. 

Conheça alguns riscos do absorvente interno

Apesar de seu uso ser considerado seguro, existem alguns riscos potenciais associados aos absorventes internos. 

A Síndrome do Choque Tóxico é um deles. Uma condição rara, mas grave, causada por toxinas bacterianas que podem se desenvolver em ambiente de alta absorção e umidade.

Para reduzir o risco é importante trocar o absorvente regularmente e evitar deixá-lo dentro da vagina por períodos prolongados.

Algumas pessoas podem experimentar alergias ou desconfortos ao usar absorventes internos, especialmente se forem sensíveis a certos materiais presentes nos produtos.

Eles ainda podem absorver não apenas o sangue menstrual, mas também a umidade natural da vagina, resultando em uma sensação de secura e irritação.

Quero ir na piscina, posso ir com o absorvente interno?

Sim, você pode ir à piscina usando absorventes internos, assim como outros tipos de protetores menstruais. 

Coletores e discos menstruais, por exemplo, são protetores internos, mas sustentáveis e reutilizáveis, que não causam alergias e não sofrem alteração no contato com a água. 

Existem ainda os biquínis e maiôs absorventes, que são protetores menstruais externos desenvolvidos exclusivamente para a interação com a água. 

absorvente interno
Post anterior
Próximo post

Deixar comentário

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados